Breaking News
recent

"O moedor" de Enio Mainardi. - LEYA



Editora LeYa lança em março “O moedor” de Enio Mainardi.
Um dos maiores publicitários brasileiros conta histórias (não sobre publicidade) nesta obra que chega às livrarias em março.
 
“Tudo que está escrito aqui pode ser verdadeiro. Ou não. Pois a realidade é vaga. Não se pode confiar nem naquilo que se lê nem na memória que engana, disfarçada de imaginação.” Enio Mainardi
 
Nesta obra, Enio apresenta contos sarcásticos e perturbadores, que podem - ou não - serem histórias de sua vida. Desde sua idolatria por Marcello Mastroianni, até a morte de sua mãe, sempre com personagens quase fictícios ou quase verdadeiros. Nesta obra, um misto de memória e ficção, Enio compõe páginas dedescrições ávidas, já que “a vida é muito curta para quem não tem lembranças”.
 
Além dos contos, o leitor tem acesso a prelúdios em forma de poesias, que compõem os textos, importantes para o desenrolar da leitura. ComMarcello, A menina de short vermelho, Vagina Dentata, O Moedor, Metade da Terra, Sobrou Pasta Dental, Turma da Faculdade, Atrações, Wind Shear e muitos outros, o escritor nos coloca histórias tocantes e fortes sobre suas ficções quase reais.
“O moedor” traz uma visão unilateral do universo masculino, misógina até, que faz os homens balançarem aprovadoramente a cabeça – e as mulheres, talvez nem tanto. Tudo em um só livro, de sentimentos moídos, juntos.
 
Enio Mainardi, publicitário conhecido como criador de campanhas que marcaram época, é também poeta e agora autor. A leitura dos seus contos pode incomodar alguns leitores, pois seus textos confessionais chegam a ser um tanto chocantes. Quem conhece o Enio-poeta vai agora se surpreender com o Enio-contista. Ninguém vai sair dessa leitura sem uma forte opinião.
 
 
Ficha Técnica
Título: O Moedor – ficção não ficção
Autor: Enio Mainardi
Formato: 14 x 21 cm
Nº de páginas: 256
Preço: R$ 39,90
Isbn: 978-85-8044-739-2
 
Sobre o autor
Não é só no ramo publicitário que Enio Mainardi, considerado um dos mais brilhantes profissionais da área, idealizador de slogans marcantes como o “Teorema de Tostines”, se sobressai. Após a estreia bem-sucedida no campo literário, em 2007, com o livro “Nenhuma Poesia é Inocente”, o autor nos apresenta agora uma coletânea de contos e poesias por meio da qual seu talento, criatividade e ousadia novamente se destacam.
 
@ Moda e Eu.

@ Moda e Eu.

Prepare-se :) a contagem vai começar! "A arte de ignorar um desvio de comportamento, um costume, uma forma de sobrevivência, um mecanismo de defesa, de resistência, ou conseqüência do egoísmo e do medo. " Sthéfanie Paula Cachoeira rezena

3 comentários:

Tecnologia do Blogger.