Breaking News
recent

Resenha || Labirinto





 Labirinto
# único
S. Hamilton
ISBN: B08747F436
Ano: 2020 / Páginas: 178
Idioma: português
Editora: Amazon
Amarilis Albuquerque tem sonhos como qualquer mulher da sua idade. Deseja uma carreira bem-sucedida, um amor pra vida toda. Amigos são bem-vindos. Mas o que ela tem mesmo são muitas dúvidas e quase nenhuma certeza sobre suas escolhas.
Bernard W. Parker é um homem bem-resolvido. Decidido, impaciente, obstinado e muito, muito mal-humorado. Na sua vida não há espaço para amor e menos ainda para amigos.
Duas pessoas que poderiam muito bem passar a vida sem se encontrarem acabam atraídas para o labirinto de emoções que cruza o tempo e o espaço. O que eles vão encontrar no centro desse labirinto?



Me surpreendi totalmente com Labirinto, achei que fosse outra coisa pelo nome e capa, mas fui felizmente enganada. S. Hamilton tem uma elegância para escrever e conduzir a historia. Em Labirinto, somos apresentados a Amarilis e a Bernard W. Parker, uns mocinhos que se tornaram queridos demais. Amarilis não é meu tipo de mocinha preferida, porém é impossível não gostar dela. Ela é guerreira, poderosa, sabe o que quer, em contrapartida temos Parker que e fechado, machucado, e quando alguém se machuca costumar atacar. Mas aos poucos ele vai se mostrando, se revelando, se abrindo e mostrando o verdadeiro ele; e é gostoso ver os dois e a construção deles.
Além do presente que é o Bryan e a forma com que S. Hamilton apresentou a história deles para gente. Todos os núcleos, e os personagens foram feitos com perfeição. E o fato da nossa mocinha ter ido trabalhar para ele, e a forma em que aconteceu tudo, foi muito real, muito humano, que deixou o livro muito real, e muito gostoso de ler. É aqueles tipo de livros que se lê em uma sentada. 
Não existe outra forma de falar ou indicar esse livro sem dizer que ele foi um presente!

@ Moda e Eu.

@ Moda e Eu.

Prepare-se :) a contagem vai começar! "A arte de ignorar um desvio de comportamento, um costume, uma forma de sobrevivência, um mecanismo de defesa, de resistência, ou conseqüência do egoísmo e do medo. " Sthéfanie Paula Cachoeira rezena

Nenhum comentário:

Postar um comentário