Breaking News
recent

Resenha || Esse Homem É Meu

Esse Homem É Meu: "Se quer que eu seja seu, tome posse!"
 Homens Que Amamos Livro 2 
Autora: Evy Maciel 
Romance Nacional 

Ela foi prometida a ele antes mesmo de nascer, cresceu sabendo a quem pertencia e, aos quinze anos, finalmente, o conheceu. Quando Hani viu pela primeira vez seu noivo, Zayn El Safy, mudou de ideia sobre desistir do casamento. Ele despertou dentro dela uma paixão desconhecida. Mas Zayn não a queria como esposa, e a constatação do fato a deixou imensamente amargurada, principalmente após presenciar uma das cenas que marcou sua vida e definiu grande parte dos seus planos para o futuro. Ela o queria e ele seria somente dela. Mas o que fazer para não ser apenas mais uma em sua cama? Assim que reencontrou sua noiva prometida, Zayn não imaginou que a dona dos olhos de azeviche pudesse ser tão dona de si. Hani havia se transformado em uma linda mulher, definitivamente, não era mais aquela menina magricela e desengonçada a quem ele humilhou no passado. Ele a desejava, mas sabia que por trás daquele sorriso enigmático, estava uma mulher marcada pela mágoa por aquilo que lhe fizera. Pode o amor crescer em meio à disputa de egos? Zayn El Safy é orgulhoso, arrogante e prepotente. Hani Mitchell é teimosa, perspicaz e vingativa. O confronto entre duas pessoas que se atraem, mas ao mesmo tempo se repelem, poderá ter um final feliz?

Esse livro é o livro dois da da história que começa com a Jules em "O Homem dos Meus Livros" da autora nacional Evy Maciel.
Vamos lá!
 Evy soube reconstruir a história de forma graciosa e encantadora. Eu estava com saudades de Javier. Zayn "conheceu" ou melhor reencontrou Hani quando ela já tinha quinze anos e ele já era um homem feito. E na própria festa dela, apesar de um noivado combinado entre as famílias, ele a machucou.
Três anos depois... Já na história atual, eles se reencontram, entre turbilhões de emoções antigas e novas,  Zayn terá que provar pra Hani que realmente quer ela por quem ela é. Não por um noivado combinado.

Evy linda do meu coração, como tu faz isso? Cadê os filhos? 

Só posso dizer que a história, como todas da Evy, foi bem escrita, não deixou fio solto, fechou com as situações citadas no primeiro livro. E como um romance nacional, vale a pena sim dar a chance a esse livro, como também a está série.
Evy, cadê o terceiro livro da série?! haha

@ Moda e Eu.

@ Moda e Eu.

Prepare-se :) a contagem vai começar! "A arte de ignorar um desvio de comportamento, um costume, uma forma de sobrevivência, um mecanismo de defesa, de resistência, ou conseqüência do egoísmo e do medo. " Sthéfanie Paula Cachoeira rezena

4 comentários:

  1. com tantos elogios a trama com certeza merece um olhar mais complacente
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde,

    Essa é a primeira resenha que leio desse livro, gostei da premissa e já anoitei a dica...bjs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Thaila!
    É uma super obro de uma autora que está crescendo muito!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.